“Aproveitando a chegada do verão, vamos entender como funciona o filtro solar.”



Ciência:

Física/Química
Nível:
intermediário

O que é filtro solar?

O filtro solar é um produto químico que filtra os raio ultra-violeta do sol a fim de proteger nossa pele, reduzindo os danos que seriam causados, queimaduras e risco do câncer de pele. 

Os melhores filtros solares possuem proteção contra radiação UVB e UVA (a diferença de definição é o comprimento de onda de cada um deles), absorvendo a luz ultra violeta e refletindo a luz.
Ao contrário do aviso comum de que o filtro solar deve ser reaplica a cada 2-3 horas, uma pesquisa mostrou que a melhor proteção é alcançada com a aplicação 15-30 antes da exposição, seguida por uma reaplicação 15-30 minutos depois que a exposição ao sol começar. 

Entretanto, estudos mais recentes da Universidade da Califórnia indicam que o filtro solar deve ser reaplicado em duas horas para que mantenha sua efetividade. A não-reaplicação poderia causar até mais dano às células do que o não uso do filtro solar, devido à liberação de radicais livres extras emitidos por substâncias químicas presentes no filtro.

Mecanismo de ação

Os principais ingredientes dos filtro solares são moléculas aromáticas conjugadas com grupos carbonil. Essa estrutura permite à molécula absorver raios ultravioleta de alta energia e liberar a energia como raios de baixa energia, desse modo prevenindo o ultravioleta, que é danoso à pele, de atingi-la. Então, quando da exposição à luz UV, a maioria dos ingredientes (com a exceção do avobenzona) não sofrem uma modificação química significativa, permitindo estes ingredientes reter o potencial de absorção de UV sem uma fotodegradação significante.

Tem dois tipos de “protetor” solar: o “químico” e o “físico”. O físico, muitas vezes chamado de bloqueador solar, contém maior quantidade de dióxido de titânio, que cria uma barreira para a passagem dos raios UV, ou seja funciona como um refletor – esses bloqueadores são aqueles que deixam uma camada branca sobre a pele, devido ao excesso de TiO2. Já os protetores químicos possuem substâncias que interagem com a radiação UV absorvendo-a e sofrendo mudanças em suas estruturas; assim a radiação UV é absorvida por essa fina camada de substâncias e não atinge os melanócitos – esse protetores não deixam aquela camada tão branca quanto os bloqueadores.

Fator de Proteção Solar

O FPS (Fator de Proteção Solar) é uma medida de laboratório que indica a efetividade do filtro solar; quanto mais alto o valor do FPS maior a proteção que o filtro solar oferece contra raios UV-B (a radiação ultravioleta que causa a queimadura solar) e UVA (mais associada aos danos de longo prazo na pele). O FPS indica a relação entre o tempo que a pessoa pode se expor à luz solar usando filtro solar antes de se queimar e o tempo que ela pode ficar exposta à luz solar sem se queimar. Por exemplo, uma pessoa que se queimaria depois de 12 minutos no sol deve se queimar 2 horas (120 minutos) se protegida com um filtro solar de FPS 10 (10 vezes mais proteção).

Fontes:


http://www.vocesabia.net/sem-categoria/como-funciona-o-filtro-solar/