“Como funciona o bafômetro? Posso fazer um em casa?

Ciência:
 Química

Nível: intermediário
É com muita honra que escrevo, pela primeira vez, com a ajuda de uma pessoa com muito conhecimento sobre o assunto! Ela disse que não precisava citar seu nome, mas é justo que receba os créditos pelo texto. Com a palavra, Camila:

Bafômetro (ou Etilômetro) é um aparelho que permitedeterminar a concentração de bebida alcoólica em uma pessoa, analisando o arexalado dos pulmões. É um equipamento utilizado por policiais para checar onível de álcool etílico presente no sangue de motoristas. Agora devido às novasleis de trânsito brasileira, o bafômetro vem se tornando muito famoso, grandeparte devido a multa pesada que é aplicada nos motoristas pegos alcoolizadospelo aparelho.

O princípio de detecção do grau alcoólico está fundamentadona avaliação das mudanças das características elétricas de um sensor sob osefeitos provocados pelos resíduos do álcool etílico no hálito do indivíduo.

O sensor é um elemento formado por um material cujacondutividade elétrica é influenciada pelas substâncias químicas do ambienteque se aderem à sua superfície. Sua condutividade elétrica diminui quando asubstância é o oxigênio e aumenta quando se trata de álcool. Entre ascomposições preferidas para formar o sensor destacam-se aquelas que utilizam polímeroscondutores ou filmes de óxidos cerâmicos, como óxido de estanho (SnO2),depositados sobre um substrato isolante.

O bafômetro baseia-se na relação entre o álcool diluído nacorrente sanguínea e o que é expelido na respiração. O aparelho compõe-se de umtubo transparente, semelhante a uma ampola, contendo ácido sulfúrico edicromato de potássio, um bocal e uma bolsa plástica inflável. Numa extremidadedo tubo é colocado o bocal e na outra a bolsa. A pessoa sopra através do bocalaté que a bolsa fique inflada. Dessa forma, o álcool exalado – se houver algumno organismo – reage com a mistura do tubo, fazendo-a mudar de cor, de amarelopara verde. De acordo com a tonalidade, é possível estimar a quantidade deálcool presente no sangue.


Nesta reação o etanol é convertido a ácido acético e ocromo, na forma de íon cromato (amarelo alaranjado) é transformado em Cr + 3 (coloração verde).

Quanto maior a concentração de álcool mais intensa é acoloração esverdeada obtida.

O teste do bafômetro pode ser feito em um tubo de ensaiopara a reação e a mudança de cor ser vista com maior facilidade, embora esseexperimento seja menos sensível do que os bafômetros digitais, ele é feito comas mesmas reações químicas que ocorrem no bafômetro digital.

Em um tubo de ensaio limpo e seco se coloca 1mL de ácidosulfúrico com 10 gotas de dicromato de potássio. Este tubo deve ser fechado comum batoque perfurado onde deve ser encaixado um canudinho de refrigerante. Emseguida o voluntário deverá assoprar o canudinho de maneira constante durante 5segundos no mínimo. Atenção, o teste deverá ser feito enquanto a substanciaestiver quente.

Enquanto o voluntário sopra poderá ser observado asubstância mudando da cor amarelo ouro para uma tonalidade verde, mais ou menosintensa dependendo da quantidade de álcool contido no ar exalado.

Pode-se também causar um falso positivo em um voluntário,ele somente precisa fazer um gargarejo com um anticéptico bucal com álcoolinstantes antes de soprar no canudinho.

Com isso vem a bela pergunta: vou ser pego no bafômetro se  usar anticéptico bucal?

A resposta é não! Pois o álcool quando usamos o anticépticofica apenas na boca e o mesmo evapora em alguns minutos após o uso. Já quandobebemos o álcool é metabolizado e levado pelo sangue até os pulmões, que éexalado pela boca durante algumas horas após o consumo de bebida. A mesma coisavale pra bombons ou sobremesas contendo licores, os poucos resíduos dos licoresque ficam na boca evaporam em alguns minutos e a parte do licor que é engolidajunto com os açucares são convertidos em glicose.

Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Baf%C3%B4metro

Muito obrigado pela ajuda, Camila! Fico lhe devendo uma😉